Revista Galileu

Fernando Meirelles, Nando Reis e neurocientista Álvaro Dias criam projeto que transforma pensamento em arte

Instalação inédita usa eletrodos para captar frequências cerebrais e transformá-las em imagens e sons

Fernando Meirelles, Nando Reis e neurocientista Álvaro Dias criam projeto que transforma pensamento em arte

Capacetes equipados com eletrodos são capazes de fazer bem mais do que exames médicos para detectar patologias cerebrais. Quando colocados sobre a cabeça de três ou mais pessoas, eles podem dar origem a uma quantidade sem fim de obras de arte audiovisuais, estimulantes e inusitadas. Foi o que mostrou o projeto Video-wave, desenvolvido pelo neurocientista Álvaro Machado Dias e por um time de pesquisadores da UNIFESP e da USP, em parceria com o cineasta Fernando Meirelles e o músico Nando Reis.

A instalação foi concebida para funcionar da seguinte maneira: até seis pessoas vestem os capacetes, que passam a captar as atividades elétricas do cérebro de cada uma. Depois de um treino de alguns segundos, um programa de computador mapeia as atividades neurológicas relacionadas às intenções, e produz parâmetros personalizados para cada participante.

Veja o artigo original
Formulário de Contato